Descubra causas e tratamentos para a afta na boca

Só quem já teve uma afta na boca sabe o tamanho do desconforto que um problema tão aparentemente pequeno pode causar. Mas o que exatamente é a afta? O que a causa, e como tratá-la?

Se você não sabe as respostas para essas perguntas, não se preocupe. Neste artigo, vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre causas e tratamentos para a afta. Continue com a leitura para saber mais sobre o assunto!

Descubra causas e tratamentos para a afta na boca
Fonte: Envato

Descubra causas e tratamentos para a afta na boca

Em primeiro lugar, é preciso explicar o que, exatamente, é a afta. Ela nada mais é do que uma pequena úlcera na boca. Uma úlcera é uma lesão no tecido mucoso ou cutâneo, e a afta é a manifestação disso em regiões como a língua, a garganta, as bochechas ou até a margem dos lábios.

Essa lesão normalmente tem um formato arredondado ou oval. Coberta por uma membrana branco-amarelada e cercada por uma vermelhidão intensa, ela pode até parecer com uma espinha.

A afta não é contagiosa, mas é dolorosa e pode gerar muito desconforto na hora da mastigação de alimentos ou de falar. Normalmente, ela desaparece em um período de cinco a quinze dias naturalmente, sem deixar cicatrizes. 

O que são aftas e como tratar?
Fonte: Envato

Mesmo assim, como é uma situação desagradável, o ideal é optar por atitudes preventivas para evitar a formação de aftas na boca. E, para isso, é necessário entender quais são as causas da afta. A seguir, vamos apresentar as principais delas. Confira!

Estresse

O bem-estar psicológico é fundamental para garantir o bem-estar físico. Isso se reflete nas aftas, que podem ser formadas em períodos de estresse.

O que acontece é que, nesses momentos, o sistema imunológico fica enfraquecido. Isso propicia a formação dessas pequenas feridas, que, claro, agravam o estresse ainda mais. Sendo assim, procure prestar atenção na sua saúde mental para evitar que ela lhe cause danos físicos.

Diagnóstico de aftas
Fonte: Envato

Um machucado na boca

Qualquer ferida na parte interna da boca, independente da causa, pode resultar na formação de uma afta. Assim, se você morder a língua por acidente, por exemplo, esse machucado, se não for tratado, pode formar uma afta. A solução, portanto, é cuidar desse tipo de ferida assim que ela aparecer, para evitar suas formas mais graves.

Alimentos ácidos

Alguns alimentos contribuem para o aumento da acidez da mucosa bucal. Por conta disso, acabam facilitando o surgimento de infecções, o que aumenta as chances de formação de aftas.

Esses alimentos possuem alto teor de acidez. Alguns exemplos são: Limão, abacaxi, morango, laranja e acerola. Essas frutas possuem muitos nutrientes positivos para o organismo, mas, se consumidas em excesso, podem gerar aftas na boca.

Relação entre alimentação saudável e saúde bucal
Fonte: Pexels

Aparelho

O uso do aparelho ortodôntico pode causar algumas dificuldades de manuseio que acabam gerando pequenos machucados. O problema é que, se não forem tratadas, essas lesões podem resultar em aftas.

Se você estiver obtendo muita lesões por conta do uso do aparelho, pode ser necessário recorrer a um profissional, com uma visita a um consultório dentário.

Veja como cuidar do aparelho ortodôntico
Fonte: Envato

Evite aftas tendo uma boa rotina de cuidados bucais

A afta na boca, assim como diversos outros problemas de saúde bucal, podem ser evitados com os devidos cuidados. O tratamento e a prevenção desse tipo de lesão devem contar com o ponto de vista de profissionais especializados. Por isso, é importante manter as visitas ao dentista em dia.

E a melhor forma de fazer isso é com a ajuda de um plano odontológico. A PrimaVida Dental, por exemplo, é uma empresa que oferece diversas opções que podem ajudar você a cuidar melhor da sua boca e dos seus dentes.

Gostou do conteúdo? Compartilhe.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp