Você sabe o que é bruxismo? Provavelmente você sofre ou conhece alguém que já sofreu com este problema. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) de 2019, 30% da população mundial e 40% dos brasileiros sofrem com este problema.

Apesar de muito comum, muitas pessoas não sabem exatamente o que caracteriza essa disfunção e como tratar de maneira correta. Para isso, preparamos este artigo especialmente para você.

O que é bruxismo

 

O que é bruxismo e como tratar?

O bruxismo pode ser resumido como o costume de apertar ou ranger os dentes constantemente. Este problema é realizado pelos músculos da mastigação e pode ocasionar traumas orofaciais, desgastes dos dentes, lesão periodontal e dor muscular.

Outros problemas que também podem ser acarretados pelo bruxismo são os distúrbios da Articulação Temporomandibular (ATM).

Muitas pessoas que sofrem deste problema não percebem os sintomas e fazem de maneira inconsciente o hábito de ranger os dentes ou apertá-los. Por isso, é difícil saber, em muitos casos, se você tem ou não o bruxismo.

Roer as unhas também é sinal de bruxismo
Fonte: Envato

Neste caso, é importante estar atento a estes problemas involuntários e manter contato regular com o seu dentista. Outros fatores que também podem ser sinais de bruxismo são: dor no rosto, dor de cabeça e no pescoço.

A partir de um diagnóstico especializado, é possível entender se esses sintomas são, de fato, causados pelo bruxismo.

Vale destacar que o bruxismo pode ser dividido em dois tipos, diurno e noturno. Como o nome já diz, os dois problemas são causados em turnos diferentes.

Fatores psicológicos influenciam o quadro de bruxismo
Fonte: Envato

No que tange ao diurno, as causas são diferentes. Neste caso, o ranger dos dentes tem relação direta com fatores emocionais. Isso significa que os choques emocionais e ansiedade situacional gerados no cotidiano podem causar o bruxismo enquanto estamos acordados.

Esta mania de ranger os dentes pode gerar problemas graves aos mesmos como desgastes, rachaduras, problemas periodontais que podem até mesmo levar a perda desses dentes.

Como fatores psicológicos também estão presentes entre as causas do bruxismo, é fundamental manter uma rotina que valorize sua saúde mental, evitando estresse excessivo, ocasiões de muita ansiedade e situações que o leve para um determinado desconforto emocional.

Mas qual é o tratamento?

Existem diversas possibilidades de tratamento do bruxismo de acordo com a situação de cada paciente. Para isso, é essencial que haja acompanhamento de um dentista para fazer um diagnóstico completo e assertivo.

Dessa forma, é possível entender a sua situação e prescrever um tratamento ideal.

Uma forma de intervir diretamente é com o uso de aparelhos específicos que evitam o contato entre os dentes ao dormir. Este aparelho é indicado pelo dentista, que se ajusta de acordo com os seus dentes, relaxa a musculatura e evita vários problemas já anteriormente citados.

Acompanhamento profissional é fundamental em casos de bruxismo
Fonte: Envato

Isso pode ajudar a conviver com o bruxismo, mas não é a cura.
Tendo em vista que a saúde mental também está ligada ao bruxismo, é interessante que o paciente procure desestressar e realizar atividades que o relaxem, como ouvir música, ver filmes e séries, ler um livro, ir à praia ou visitar amigos.

Ter um acompanhamento psicológico, nesses casos, faz o paciente ter mais controle das situações que o deixa desconfortável e causam os problemas de ansiedade e estresse.

Outra maneira de tratar o bruxismo é buscar ajuda de diversos profissionais especializados em diferentes áreas. Assim, fica mais fácil identificar as causas, diagnosticar e indicar tratamentos que possam ajudar na redução do impacto da doença.

Mantenha contato com seu dentista

Estar sempre marcando visitas rotineiras no dentista é fundamental para que sejam identificados todos os problemas iniciais que possam ocasionar o bruxismo e outras doenças.

A partir de um diagnóstico dado no início dos sintomas, é muito mais fácil reverter e evitar que o bruxismo resulte em problemas mais graves de saúde.

Por isso, tenha um plano odontológico que te dê a oportunidade de estar sempre ao lado do seu dentista. Invista na sua saúde bucal com uma empresa de planos dentários, faça seu plano dentário com a PrimaVida e tenha acompanhamento de profissionais especializados em odontologia.

Gostou do conteúdo? Compartilhe.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Open chat