Você sabe o que é a gengivite? Quando o assunto é saúde bucal, a tendência é focar inicialmente nos dentes. Mas a boca é composta por outras partes também. Dentre elas, a gengiva é uma das mais importantes e mais “negligenciadas”.

Por conta disso, problemas de saúde nessa área, como  por exemplo a gengivite, não são incomuns. Portanto, para ajudar você a saber mais sobre o assunto, neste artigo vamos explicar o que é a gengivite e como tratá-la. Continue com a leitura para aprender!

O que é a gengivite?
Fonte: Envato

Entenda o que é a gengivite

A gengivite pode ser classificada como o estágio inicial de uma doença da gengiva. É um estado que leva à inflamação das gengivas.

Mas de onde vem esse problema? Como diversos outros problemas de saúde bucal, a gengivite tem início na falta de higienização da boca e dos dentes.

Isso porque, após as refeições, restos de comida se acumulam na boca. Se esses restos não forem limpos, eles estimulam a proliferação de bactérias. Esse processo resulta na formação de uma placa bacteriana.

Como prevenir as cáries
Fonte: Freepik

A placa bacteriana produz toxinas. Essas toxinas são ácidas, e, portanto, irritam a mucosa da gengiva, gerando a gengivite. Alguns dos principais sintomas da gengivite são:

  • Inchaço nas gengivas;
  • Sensibilidade excessiva na área das gengivas;
  • Vermelhidão excessiva na área;
  • Sangramento ocasional das gengivas;
  • Mau hálito;
  • Pequenas feridas e pus na boca.

Se o paciente está lidando com esses sintomas, o ideal é recorrer a um profissional para prosseguir com o devido tratamento. Mas como é esse tratamento?

Como tratar a gengivite

Para realizar o diagnóstico de gengivite, o dentista só precisa fazer um exame clínico. A partir daí, é simples prosseguir com o tratamento.

O procedimento é rápido: trata-se apenas da remoção da placa bacteriana dos dentes e dos tártaros caso existam, através da limpeza realizada no consultório odontológico. Em alguns casos, também pode ser necessário usar antissépticos para bochechos e às vezes até tomar alguns remédios para frear a ação das bactérias. 

Na maioria das situações, no entanto, o paciente será apenas orientado a cuidar melhor da higienização da boca após a remoção da placa. O ideal é que essa remoção aconteça no início da gengivite, antes que esta se agrave muito.

Consulta mensal com dentistas com auxílio de um plano odontológico da PrimaVida
Fonte: Envato

Conheça os cuidados para prevenir a gengivite

Há muitas formas de prevenir a gengivite. Isso porque, já que a causa da gengivite é a placa bacteriana, para evitar a doença, é necessário evitar a formação da placa.

É possível fazer isso com uma rotina de cuidados dentais positiva. É importante, por exemplo, escovar os dentes sempre após as refeições, sem esquecer de escovar a língua. Fio dental deverá ser usado sempre antes da escovação.

Relevância do uso de fio dental
Fonte: Freepik

A escova de dentes deve estar em bom estado. Isso significa que ela deve ser trocada de três em três meses. Depois desse período, as cerdas da escova começam a se desgastar e ela se torna menos eficiente em remover os vestígios de sujeira.

Finalmente, é necessário lembrar que a gengiva é uma parte muito sensível da boca. Por isso, ao utilizar ferramentas de limpeza como a escova ou o fio dental, deve-se tomar cuidado para não machucar a gengiva sem querer. O ideal é usar essas ferramentas de forma suave e delicada.

Trate a gengivite com um profissional

Agora que você já sabe o que é a gengivite e como tratá-la, é importante saber o que fazer caso você tenha esse tipo de problema. E o ideal é ir diretamente a um profissional especializado.

Fazer isso é muito mais fácil com a ajuda de um plano odontológico oferecido por uma empresa confiável. A PrimaVida Dental, por exemplo, é uma ótima opção para ajudar você a cuidar melhor da sua saúde bucal. Visite o site para obter mais informações!

Gostou do conteúdo? Compartilhe.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp